Buscar

4,3 milhões de trabalhadores estão desaparecidos. Para onde eles foram?




A mão de obra escassa está se tornando um elemento fixo da economia dos EUA, remodelando a força de trabalho e estimulando as empresas a se adaptarem aumentando salários, reinventando serviços e investindo em automação.


Após mais de um ano e meio de pandemia, os EUA ainda estão sem cerca de 4,3 milhões de trabalhadores. A força de trabalho seria muito maior se a taxa de participação - a parcela da população de 16 anos ou mais trabalhando ou procurando trabalho - voltasse ao nível de fevereiro de 2020 de 63,3%. Em setembro, era de 61,6%.


Veja matéria completa no link: https://www.wsj.com/articles/labor-shortage-missing-workers-jobs-pay-raises-economy-11634224519?mod=hp_lead_pos5

6 visualizações0 comentário